Mantenedoras das Instituições Comunitárias de Educação Superior aprovam criação de novo sindicato patronal

Compartilhe: Facebook Twitter Google+



Foi aprovada a criação do Sindicato das Entidades Mantenedoras de Instituições Comunitárias de Educação Superior no Estado do Rio Grande do Sul, em assembleia convocada pela Comissão de Pró Criação da nova entidade patronal. A reunião foi presidida por Oto Roberto Moerschbaecher, Pró-Reitor Administrativo da Univates, eleito presidente da diretoria aprovada na oportunidade.

Participaram da reunião representantes de 17 mantenedoras de IEs Comunitárias pré-credenciadas, mas apenas 14 assinaram como membros fundadores. Três delas manifestaram verbalmente durante a assembleia sua divergência em relação ao processo de articulação da nova entidade, bem como o desconhecimento do estatuto, argumentaram, no entanto, não serem contra a criação do mesmo.

Na ocasião também foi aprovado o estatuto da futura entidade patronal pelos membros fundadores e realizada a indicação e posse da primeira diretoria. O presidente Oto Roberto destacou que os próximos passos serão os de cumprir etapas formais de registro nos órgãos competentes e retomar o diálogo com sindicatos similares e representações que tenham relação com a categoria. “No passado já iniciamos um processo de negociação com sindicatos de trabalhadores e estamos abertos para manter esse diálogo, agora legalmente constituídos”.

A direção do novo Sindicato é composta por:

- Presidente – Oto Roberto Moerschbaecher – Fuvates/Univates

- VP de Secretaria – Júlio Cesar de Bem – União Brasileira de Educação e Assistência

- VP de Finanças – Laerde Sady Gehrke – Fundação de Integração, Desenvolvimento e Educação do Noroeste do Estado – Fidene

- VP de Relações Humanas – Aragon Bergonci – Associação Antônio Vieira

-  VP de Ensino – Alexandre Zeni – Associação Pró-ensino Superior Em Novo Hamburgo – ASPEUR

- VP de Assuntos Institucionais – Ney Jose Lazzari – Univates

Essa é a segunda tentativa de desmembramento da base de representação do Sinepe/RS. A primeira ocorreu em julho de 2015, na ocasião marcada por acirrada polêmica e oposição do sindicato patronal do ensino privado, na medida em que a dissidência objetivava representar também as instituições sem fins lucrativos.

O dirigente da FeteeSul e diretor do Sinpro/RS, Marcos Fuhr, assinalou que as entidades de trabalhadores vão aguardar os desdobramentos políticos e formais da proposta de nova entidade patronal. “Nossa prioridade de negociação, por ocasião da data base, continua sendo de renovação das Convenções Coletivas de Trabalho que historicamente vimos firmando com o Sinepe/RS. No entanto, temos uma relação de diálogo e de acordos coletivos também com o setor dissidente, a qual certamente vamos dar continuidade”.

Fonte: Sinpro

INFORMAÇÕES PARA CONTATO

Rua Vicente da Fontoura, 1262/203
Rio Branco - Porto Alegre/RS.

Telefone: (51) 3235-2265

E-mail: feteesul@feteesul.org.br