Categoria aprova proposta negociada entre Sintep/Serra e FUCS

Compartilhe: Facebook Twitter Google+



Na tarde desta terça-feira, dia 25 de julho, cerca de 200 funcionários da Fundação Universidade de Caxias do Sul (FUCS), participaram da Assembleia Geral Extraordinária, convocada pelo Sintep/Serra para a votação da proposta de parcelamento do 13º sálario e das férias, além da mudança da data de pagamento do salário, apresentada pela universidade e negociada com o sindicato. A categoria decidiu apresentar à universidade a contraproposta elaborada pelo sindicato.

13º Salário

A FUCS propôs que os primeiros 50% do 13º salário fossem pagos a iniciar pela folha salarial de julho de 2017, com base no salário do mês, distribuídos de quatro formas: salários até R$ 2 mil em parcela única; até R$ 3 mil em duas parcelas (julho e agosto); até R$ 4,5 mil em três parcelas (julho, agosto e setembro); e acima de R$ 4,5 mil em quatro parcelas (julho, agosto, setembro e outubro). O pagamento da segunda parcela do 13º, com previsão para o dia 15 de dezembro, seria paga até o dia 22.

Para o Acordo Coletivo de Trabalho com a FUCS, o sindicato apresentou, como proposta, os seguintes termos: para remuneração mensal até R$ 2,5 mil, primeira parcela para agosto; acima de R$ 2,5 mil, pagamento em duas parcelas (agosto e setembro), com 1% de acréscimo e a segunda parcela paga até 20.12.

Férias Coletivas e Licença Remunerada

As férias coletivas, de acordo com a proposta da universidade, seriam concedidas em dezembro de 2017 e seriam pagas da seguinte forma: o valor correspondente aos 30 dias de férias seria pago no dia 09 de fevereiro de 2018 e no dia 09 de março de 2018 seria pago o valor correspondente ao terço constitucional.

O Sintep apresentou à FUCS outra proposta, aprovada pela categoria, em que os 30 dias de férias coletivas serão pagos em duas parcelas iguais - a primeira até o dia 27 de dezembro e a segunda até o dia 10 de fevereiro, com 1% de acréscimo em cima do valor.

Alteração da data para o pagamento do salário

Pela proposição da universidade, o salário mensal dos funcionários, pago até o 5º dia útil do mês subsequente ao vencido, passaria a ser até o dia 10 de cada mês, iniciando-se no mês base de julho de 2017 e terminando no mês base de dezembro de 2018.

O sindicato, em constraproposta, pediu que a alteração da data fosse  a partir de outubro deste ano e que voltasse a ser pago no 5º dia útil em julho de 2018. Além disso, em decorrência dessa mudança, solicitou que os funcionários que são ou vierem a ser alunos da UCS, bem como seus dependentes (filhos, cônjuges) que estiverem matriculados na instituição, possam pagar suas mensalidades até o dia 10 de cada mês, sem qualquer acréscimo.

A proposta aprovada em assembléia é que os salários serão pagos no dia 10 de cada mês, a partir de setembro de 2017 até junho de 2018.

De acordo com a FUCS, os motivos que levaram a instituição a elaborar as propostas são a atual conjuntura econômica e política do país, a constante redução do número de alunos, o desemprego generalizado e o aumento da concorrência na região.

Para Ademar Sgarbossa, diretor do Sintep/Serra, neste momento em que o sindicato foi chamado a discutir a flexibilização de direitos, o resultado final foi positivo, pois além de preservá-los, a forma diferente de concessão evitou prejuízos à categoria:

- Saímos desse processo de negociação unidos e fortalecidos, pois a discussão com os representados possibilitou a construção de uma proposta única, fruto da unidade dos funcionários, culminando com a realização de uma das maiores assemblias já realizadas na UCS, ressalta o diretor do Sintep/Serra.

Fonte: Sintep/Serra

INFORMAÇÕES PARA CONTATO

Rua Vicente da Fontoura, 1262/203
Rio Branco - Porto Alegre/RS.

Telefone: (51) 3235-2265

E-mail: feteesul@feteesul.org.br