Novo bloqueio de verbas atinge R$ 348 milhões da Educação

Compartilhe: Facebook Twitter Google+



O bloqueio de R$ 1,4 bilhão no Orçamento federal deste ano, anunciado pelo governo Bolsonaro na última semana, será distribuído em nove ministérios. Decreto com o detalhamento do corte foi editado pelo presidente Jair Bolsonaro (PSL) na noite desta terça-feira (30). Depois do Ministério da Cidadania, o Ministério da Educação (MEC) foi o segundo mais afetado pela tesoura do ministro Paulo Guedes.

O MEC terá menos R$ 348 milhões de verbas neste ano. O governo já havia feito em março um bloqueio de aproximadamente R$ 30 bilhões no Orçamento.

A redução de recursos na área da Educação levou a uma onda de protestos nas universidades em maio. No mesmo mês, a equipe econômica anunciou o desbloqueio de parte da verba do ministério da Educação. Agora, voltou a fazer um novo corte corte na Educação.

No total, foram bloqueados neste ano R$ 6,2 bilhões da pasta, quase 25% do orçamento para o ano. É o maior corte da esplanada dos ministérios.

Entidades de professores e de estudantes estão convocando para o dia 13 de agosto uma nova jornada nacional de luta em defesa da Educação e contra o desmonte das universidades públicas.


INFORMAÇÕES PARA CONTATO

Rua Vicente da Fontoura, 1262/203
Rio Branco - Porto Alegre/RS.

Telefone: (51) 3235-2265

E-mail: feteesul@feteesul.org.br